Translate

terça-feira, 13 de abril de 2010

O Perfeito louvor

Nesse último fim de semana, três integrantes do coral El Shamah (Sheilla, Breno e eu, Lorene), juntamente com alguns integrantes da Cia de teatro Rhema e seu líder Joemerson, viajamos para o norte de Minas para servir em um projeto que há algum tempo vem sendo desenvolvido na região, chamado projeto Salen. Nosso objetivo é trabalhar com os ministérios de artes das igrejas locais. Disponibilizamos técnicas para a área do louvor e teatro. Foi um tempo preciosíssimo! No sábado visitamos três cidades: Capitão Enéas, Várzea Dourada, e São Geraldo. Em cada igreja, levantamos dados sobre as maiores dificuldades dos ministérios de louvor para assim sabermos o que compartilhar. Na comunidade rural de Várzea Dourada, houve um episódio inesperado... Estávamos no carro indo para a próxima cidade, e por um momento nos perdemos num lugar muito ermo. Paramos então para perguntar a uma mulher que estava com suas duas filhas. O motorista, que é o organizador do projeto, José Reis, aproveitou o momento e disse para aquela mulher: - Você conhece Jesus? Ela respondeu: - É um que manca da perna? Segurando o riso ele disse: - É um que morreu... A mulher assustou antes que ele terminasse a frase, achando que seu conhecido havia falecido. Todos nós rimos muito depois que tudo foi esclarecido e naquele momento aquela mulher, chamada Ana, recebeu Jesus como seu Salvador! Fomos até sua casa, oramos pela sua família e ela disse que sempre quis passar para "lei dos crentes". Glória a Deus! Houve festa no céu! Nos sentimos honrados por levar o nome de Jesus! Aprendemos muito com a simplicidade daquelas igrejas, uma realidade tão diferente da nossa. Aqueles irmãos oferecem a Deus um louvor tão simples, mas tão intenso. Muitos de nós somos tão dependentes da perfeição na hora do louvor. Em nossa igreja local, procuramos oferecer o melhor ao nosso Deus. Isto é correto, mas a questão é que muitas vezes estamos tão presos a um perfeccionismo, que perdemos a essência e o motivo da nossa adoração. Será que ainda conseguimos perceber a doce presença de Deus, quando não há instrumentos ou uma voz afinada? É algo para se pensar. Aqueles irmãos ali no Norte de Minas não estão em busca de sucesso ou reconhecimento ou disputa sobre quem é o melhor, simplesmente oferecem o seu simples louvor a Deus que se manifesta na simplicidade do Seu povo. O projeto continua e uma vez por mês iremos ali , para servir aqueles irmãos, ajudando-os em suas dificuldades, compartilhando de técnicas e aprendizados sobre o louvor e adoração. Mas já percebemos que nós também aprenderemos bastante, sobre a real essência da adoração. O perfeito louvor é o louvor de lábios puros e de um coração quebrantado e contrito. Que o Senhor nos leve de volta à essência da adoração. Por Lorene Katlen Avellar Alves Integrante do Coral Elshamah- IBL, Ex-aluna do CTMDT, Teóloga pela Isabela Hendrix e pós graduando em Educação Infantil na UEMG. lorenekatlen@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário